Pergunta do mês: Compra(s) todos os livros que lê(s)?

Compra(s) os livros que lê(s)?

No mês de Junho, o blog Bibliotecas são Comunidades colocou esta questão a um conjunto de 35 pessoas, com residência em Portugal, França e Espanha, servindo de amostra para uma curta análise da forma como cidadãos comuns adquirem os seus livros. Conclui-se, através do gráfico que se segue, que a modalidade de aquisição mais usual é a compra, seguida pelo empréstimo e, somente em terceiro lugar, a requisição em bibliotecas.

19679719_1831420906885069_1630556819_nGráfico: Número de vezes que cada modalidade é referida relativamente à totalidade dos inquiridos

Não é de todo incompreensível que modalidades como o empréstimo entre amigos/familiares e o download suplantem as requisições nas bibliotecas, dada a comodidade que estas oferecem aos leitores.

Contudo, a preferência pela compra, assim como o recurso a modalidades mais distintas como ler em livrarias, abre espaço para a reflexão sobre a relação que existe entre as comunidades locais e as suas bibliotecas públicas.

Finalmente, foi possível apurar que as bibliotecas ainda são requisitadas, ainda que num número que fica aquém do desejado, e que existem modalidades de aquisição interessantes que podem ser aglutinadas pelas instituições públicas, tais como as Micro-bibliotecas e o Bookcrossing. Esta última modalidade, que surgiu nos Estados Unidos da América, consiste na colocação de livros em locais públicos, para que estes sejam recuperados e lidos. Curiosamente, Portugal figura no top ten dos países que a executam para fins de promoção de leitura, a par com Espanha e França.

Reflectir sobre esta matéria é importante, pois só assim será possível que no futuro, empréstimos entre amigos, os downloads, as trocas e o Bookcrossing se realizem com a participação das bibliotecas locais e que as leituras nas livrarias dêem lugar às leituras nas bibliotecas, porque no fundo, as bibliotecas são pessoas, momentos, e não livros.

Inquérito por: Daniel Gonçalves, David Gonçalves e João Guerreiro
Texto por: Daniel Gonçalves e David Gonçalves

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s